O Twitter conseguiu provar que o Funk é educativo e você não pode fazer nada

Há muito tempo sempre se ouve dizer dizer que funk não é cultura, funk não é educativo, funk é de satanás e muito mais outras inúmeras coisas ruins. Porém, de uns tempos pra cá o funk sofreu uma grande evolução (quer você queira ou não), todo mundo que criticava agora ouve (Ninguém aguenta ficar parado quando ouve aquela batidinha e o cara falando YURI MARTINSSSSS), não há como negar e com isso, as letras também mudaram. Tudo começou quando Bruno um jovem muito sábio resolveu fazer uma reflexão em sua rede social, acompanhe:

 

About Author

Léo Boese

25 anos, Publicitário por opção e blogueiro por paixão. Dono de alguns sites na internet ai :D

Deixe seu comentário